A Análise SWOT é um framework que auxilia a identificar e avaliar os fatores internos e externos que podem causar impactos em uma empresa, sendo que este processo envolve quatro áreas: pontos fortes, pontos Fracos, oportunidades e ameaças.

Ou seja, a análise SWOT pode contribuir para o processo de tomada de decisão a partir de uma representação visual dos vários fatores que têm maior probabilidade de afetar um negócio, projeto, iniciativa ou indivíduo, para alcançar com êxito um objetivo.

Frequentemente usada no início ou como parte de um exercício de planejamento estratégico a análise SWOT é considerada um importante suporte para a tomada de decisões, pois permite que uma empresa descubra oportunidades que antes não eram conhecidas, assim como identificar ameaças antes que elas se tornem um problema real.

Por isso, vamos te explicar neste post para que serve a Análise SWOT. Afinal ela deve ser parte do processo geral do planejamento corporativo, a fim de contribuir na estruturação de metas. Vamos lá!

Você conhecerá:

  • Os elementos da análise SWOT
  • Os motivos para utilizar a análise SWOT
    • Uso eficiente dos recursos
    • Otimização da performance operacional
    • Descoberta de novas oportunidades
    • Melhoria da gestão de riscos
    • Posicionamento competitivo e estratégico

Os elementos da análise SWOT

Como seu nome indica, uma análise SWOT é composta de quatro elementos:

  • Pontos fortes, strengths: atributos internos e recursos que suportam um resultado bem-sucedido;
  • Pontos fracos, weaknesses: atributos internos e recursos que funcionam contra um resultado bem-sucedido;
  • Oportunidades, opportunities: fatores externos que a entidade pode capitalizar ou usar em seu benefício;
  • Ameaças, threats: Fatores externos que podem comprometer o sucesso da entidade

A matriz SWOT é frequentemente usada para organizar itens identificados em cada um desses quatro elementos. Estruturada em um quadrado dividido em quatro quadrantes, no qual cada quadrante representa um dos elementos específicos. Os decisores identificam e listam pontos fortes específicos no primeiro quadrante, pontos fracos no próximo, depois oportunidades e, finalmente, ameaças.

Análise SWOT

Os motivos para utilizar a análise SWOT

A estratégia de negócios e o processo de tomada de decisão são amplamente influenciados pelo mercado. Entender o ambiente no qual uma empresa está inserida é um dos primeiros passos e como seus fatores internos impactam a empresa são chaves para se alcançar o sucesso.

Por isso, separamos alguns motivos que confirmam que as descobertas feitas na análise SWOT podem contribuir para o desenvolvimento de um negócio.

Uso eficiente dos recursos

Toda empresa, mesmo as maiores,  tem a disposição uma oferta finita de mão-de-obra, capacidade de produção e capital. Avaliar os pontos fortes da empresa ajuda a determinar como alocar esses recursos de uma maneira que resulte no maior potencial possível de crescimento de receita e lucratividade.

A alta direção deve examinar onde a empresa tem pode competir com maior eficiência. Nesta análise geralmente se descobre que existem forças competitivas que ainda não foram totalmente utilizadas.

Otimização da performance operacional

Quando a direção e gerência analisa os pontos fracos da empresa, o objetivo não é apontar culpados por deficiências de desempenho do passado. É identificar as áreas mais críticas que precisam ser aprimoradas para que a empresa possa competir com maior eficiência.

Uma avaliação realista das fraquezas também evita erros estratégicos, como entrar em um mercado com produtos que são claramente inferiores ao que os concorrentes estão oferecendo.

A melhoria contínua em todas as áreas operacionais de uma empresa é um fator importante para se manter à frente dos concorrentes. Por isso, na análise SWOT, os pontos fracos atuais podem, e devem, ser transformados em forças futuras.

Descoberta de novas oportunidades

O crescimento das empresas requer a busca de novas oportunidades, incluindo novos grupos potenciais de clientes, expansão geográfica e desenvolvimento de novas categorias de produtos e serviços.

Por meio de uma análise SWOT é possível identificar oportunidades emergentes para antecipar oportunidades de longo prazo para que todo o planejamento desta nova oportunidade possa ser feito e estar pronto para entrar no mercado quando for a hora certa.

DIAGNÓSTICO GRATUITO

Melhoria da gestão de riscos

Uma ameaça na análise SWOT é outro termo para risco. Uma ocorrência fora do controle da empresa que poderia ter um impacto negativo no desempenho, por exemplo. As empresas enfrentam muitas ameaças além daquelas causadas por concorrentes diretos.

Mudanças no ambiente regulatório podem ter um impacto negativo no desempenho organizacional. Os gostos dos consumidores podem mudar abruptamente, como quando uma recessão faz com que estes reduzam a compra de bens e serviços.

Os riscos são menos ameaçadores para uma organização quando mapeados antecipadamente. Conhecendo-os, é possível desenvolver planos de contingência para implementá-los rapidamente, caso as ameaças se tornem realidade. A análise SWOT contribui para que a empresa esteja melhor preparada para enfrentar diversos cenários externos à organização.

Posicionamento competitivo e estratégico

Uma boa tática é estruturar uma análise SWOT dos seus principais concorrentes. Combinada com as informações da análise SWOT da empresa, a equipe é possível elaborar estratégias para manter a empresa competitiva e bem posicionada em relação aos seus concorrentes.

Ou seja, a empresa busca atacar as fraquezas dos concorrentes com seus próprios pontos fortes. É muito parecido com o planejamento do jogo no futebol, em que são identificados os pontos fracos o time adversário.

Da mesma forma, não se deve atacar um ponto forte de um concorrente quando não se tem uma vantagem competitiva ainda maior. A análise SWOT mostra uma empresa que mesmo seus concorrentes mais poderosos têm pontos fracos que podem ser explorados e pontos fortes que devem ser monitorados.

Portanto, além de ser importante encontrar pontos fortes e oportunidades, as empresas que desejam se manter competitivas no mercado devem identificar ameaças externas e fraquezas que inibam, ou impossibilitem, o sucesso do seu negócio. A análise SWOT é feita como parte do processo geral de planejamento corporativo, no qual as metas são definidas ano e as estratégias são criadas para alcançá-las.

Embora esses problemas nem sempre possam ser evitados, a análise SWOT ajuda a prever antecipadamente os desafios. Ao identificar ameaças, evita-se cometer erros comuns aos negócios, assim como permite posicionar um produto em um mercado competitivo ou entrar em um ambiente no qual o cenário é desfavorável.

Se você já realizou a análise SWOT da sua empresa, sabe o diferencial competitivo que ela pode trazer. Deixe nos comentários como foi sua experiência e os principais benefícios deste framework.

gatilhos mentais

Sales Hackers

Consultoria para
Crescimento Escalável
 

Feito com amor  na Ilha do Silício

Todos os Direitos Reservados

Vendas Análise SWOT: para que serve?