O setor de tecnologia é um dos que têm avançado no Brasil na última década, mesmo diante de um cenário de crise, e muito desse resultado vem da oferta de Softwares como Serviço. SaaS (Software as a Service) é o modelo em que um programa de computador é criado, ofertado e gerenciado remotamente pelo provedor. Ou seja, são soluções online que podem ser contratadas e usadas por milhares de pessoas ao mesmo tempo, sem precisar estar instaladas no computador de cada uma delas.

Você se lembra de quando precisávamos comprar um pacote de serviços em CD ou DVD, como o Microsoft Office ou o Pacote Adobe, e recomprar quando a data de validade expirava? O modelo SaaS tornou esse tipo de compra ultrapassado.

Hoje, conseguimos adquirir os mesmos serviços de forma online e acessá-los pelo tempo que precisamos, de acordo com o plano contratado. Assim, usamos as funcionalidades dos mesmos programas, de forma mais fácil e com mais possibilidades de customização.

Vantagens do modelo SaaS

Atualmente, empresas que se baseiam na venda de softwares por assinatura vêm fazendo o mercado de tecnologia crescer cada vez mais. A adoção do modelo se justifica pelas facilidades trazidas pelo aumento dos serviços em nuvem e da capacidade da internet, além da necessidade de soluções mais acessíveis e ágeis para implementar.

Por ser mais fácil de distribuir e atualizar, muitas empresas de software têm adotado o modelo para criar e vender seus produtos, transformando-os em um serviço durável e mais fácil de ser lançado. Um programa vendido como SaaS tem a vantagem de poder ser testado pelos usuários e contratado de acordo com as necessidades do cliente, considerando tempo de uso, tamanho da operação e recursos demandados.

Leia também: A necessidade do cliente e sua importância na venda consultiva

O atendimento ao cliente é outra vantagem oferecida pelos Softwares como Serviço. Com eles, o usuário pode obter suporte online e implantar atualizações e novas funcionalidades de forma simples e em tempo real, o que gera benefícios para a operação da empresa e a produtividade dos colaboradores como um todo.

Além disso, as soluções permitem flexibilidade de acesso a partir de qualquer lugar, mais segurança em relação aos dados armazenados e mais rapidez para resolver qualquer problema.

Como gerar vendas para SaaS

O processo de vendas para soluções no modelo SaaS é diferente daquele utilizado no perfil tradicional de softwares. O formato vem ganhando o mercado cada vez com mais força e pode ser a melhor estratégia para uma startup alavancar seu negócio. Para obter sucesso e escalabilidade, porém, um fator essencial é determinar os processos de vendas dos softwares, seguindo as metodologias mais indicadas para cada mercado e perfil de clientes.

Ainda são muitos os desafios de quem decide adotar a tendência, uma vez que o mercado ainda está se acostumando a ela. Por isso, para começar a gerar vendas para SaaS é importante ter o modelo de aquisição muito bem definido e contar com um produto bem direcionado ao tipo de público a ser atingido.

Se sua empresa quer adotar esse tipo de programa, vai precisar implantar metodologias para ativação de usuários e, principalmente, para sua manutenção. É essencial contar com uma equipe que entenda as dores do cliente para oferecer a ele os recursos adequados. Também é importante que os prospects conheçam muito bem o seu produto, para não adquirirem um pacote que não se enquadre em suas necessidades e acabe se tornando um churn.

Leia também: Glossário de Marketing e Vendas 2017

Junto a isso, o modelo SaaS exige um suporte especializado para implantação e sucesso do cliente. É interessante também pensar em uma equipe de SDRs para qualificar os leads e de Customer Success, para garantir o uso apropriado da ferramenta após a contratação. Cada tipo de empresa e equipe de vendas vai ter suas próprias especificidades no modelo de vendas para SaaS, mas um fator comum a todas é a necessidade de olhar cada vez mais para as demandas e dificuldades dos usuários.

Veja neste exemplo de SaaS, como foi a jornada do Ramper – um software de automação de prospecção de vendas – pela visão do CEO Ricardo Corrêa que mostra o trabalho que antecedeu o resultado de 0 à 100 clientes no Ramper de fevereiro a julho deste ano.

Se você quer adotar o modelo e entrar no mercado de SaaS, mas ainda não sabe como vender seus produtos, deixe seu comentário abaixo ou entre em contato conosco que te ajudamos a implantar a metodologia de inside sales mais indicada para sua empresa.

DIAGNÓSTICO GRATUITO

 

Sales Hackers

Consultoria para
Crescimento Escalável
 

Feito com amor  na Ilha do Silício

Todos os Direitos Reservados

Vendas O que é SaaS e como gerar vendas no modelo de assinatura